debatendo frases

sábado, 15 de março de 2008 8 comentários
"o aluno é uma ser maleável que deve ser moldado a imagem e perfeição do professor."

fui abordada esses dias na minha (como diriam no jornal) página de relacionamentos o dito cujo orkut, por um cidadão denominado leo que cuspiu bruscamente em minha cara a seguinte frase, dois pontos:

"haha o aluno é tão passivo assim e q imagem tão perfeita é essa? menina agostei do blog... mas essa frase n tem nada a ver.. hehe bjos.. até mais ver"

será?

8 comentários:

  • Pedro Leonardo Magalhães disse...

    menina, c tá de tpm é? q cuspi oq? c é muito dramatica..

    como vc disse vc aceitava sugestões... e eu dei oq eu achava...

    minha cara, o aluno é maleavel sim, mas vc omitindo a parte q ele molda, isso é, não mostrando explicito a sua dualidade, a impressão q fica é q é outra coisa, pq enfim, algo construtivista tem essa especificidade... n sei se vc entendeu... mas deixa pra lá

    até mais

  • Eduardo Ferreira disse...

    olha, eu tenho que concordar em parte com o leonardo... achei péssimo como ele falou... além de mau escrito, é bem mal educado, mas enfim...
    fiz um trabalho ano passado falando disso... na universidade tinhamos que fazer um livro de artista com algum conceito que quiséssemos... meu conceito era justamente relacionado a isso, mas num ambiente universitário: uma bibliografia de curso é uma grande mentira. O professor supostamente oferece ao aluno uma lista de livros para que conheça algo e forme sua opinião. ora, mas essa escolha de livros é 100% tendenciosa, com o professor selecionando na lista apenas o que lhe convém e para sua própria linha de pensamento, querendo criar estudantes como ele... que pensam como ele, que trabalham como ele. cada um é cada um, e a formação da opinião deve ser ajudada, não forjada... o professor provavelmente leu muitos mais livros que aqueles para chegar a certos conceitos, portanto, deixe o aluno livre para ler os mesmos livros e chegar em suas proprias conclusões! não direcione dessa forma! respeite a intelectualidade e subjetividade do aluno para que conclua suas próprias coisas!
    se comete erros, mostre onde errou, se acertou, aplauda, se ele rebater seus argumentos, aplauda! e continue a orientar, mas não o force a ser como você mesmo! ninguém é perfeito para servir de modelo aos demais dessa maneira...
    enfim... penso assim pq meu professor queria que todos fossem pós-modernos... mas se eu acho que o certo é o moderno, porque me adequar à porcaria ao invés de tentar mudar o mundo?

  • ◘Aline◘ disse...

    concordo Eduardo, com vc e com o Leo, por isso mesmo retirei a frase. Só relembrando um pouco, esse blog é construído para crianças de 5º e 6º série, na minha opinião o professor nessa idade é um peso importantíssimo para a formação desse individuo, mais como vcs concertaram, ele não é tudo na vida dos alunos, ok, nunca discordei disto.
    a frase é realmente muito radical, mais ainda assim não discordo dela. ao passo que me esforço para tentar mudar os alunos para o que eu acho certo, da msm forma eles estão fazendo o msm comigo, é como se diz "quem ensina aprende", nesse ponto de vista os dois estão sendo maleaveis, e no que diz respeito ao resto da frase "a imagem e perfeição" foi só um trocadilho...

    abraços

468x60

testee

tempo. pra que?

 

©Copyright 2011 Aula Psicodélica | TNB